IMAGEM 01

Créditos da imagem: Krause Neto et al., 2017.

  • Envelhecimento e a junção neuromuscular.

O envelhecimento é um fenômeno natural associado a fatores estruturais, funcionais, bioquímicos, moleculares e alterações genéticas em muitas células e tecidos. Várias alterações no sistema nervoso periférico, normalmente relacionados ao processo de avanço da idade, já sido relatado como: sarcopenia regional, perda de estabilidade da junção neuromuscular, falhas da transmissão sináptica e expressão gênica alterada etc. Além disso, diversas Evidências sugerem que alterações como degeneração do motoneurônio, denervação funcional, acompanhada de alterações estruturais e funcionais na junção neuromuscular (JNM), e perda de unidades motoras, contribuem para a progressão do processo de envelhecimento muscular em roedores e humanos.
Neste trabalho as imagens confocais realizadas no INFABiC, foram analisadas a morfologia do nervo periférico, receptores musculares pós-sinápticos, estrutura do músculo esquelético tibial e capacidade de carga de ratos Wistar em idades específicas.
Os resultados do presente estudo demonstraram que o processo de envelhecimento induz alterações nos receptores pós-sinápticos, sem alteração nos músculos esqueléticos e capacidade de carga em ratos Wistar.

Aging Induces Changes in the Somatic Nerve and Postsynaptic Component without Any Alterations in Skeletal Muscles Morphology and Capacity to Carry Load of Wistar Ra

Keywords: #junçãoneuromusuclar; #envelhecimento; #motoneuronio.

 

 

2018