Sobre o Instituto

The National Institute of Photonics Applied to Cell Biology was created from the association of the Physics Institue Gleb Wataghin and the Biology Insitute at Unicamp, with the goal of institutionalizing the collaborations between Physics and Biomedical Sciences and developing advanced studies on biological material using last generation lasers and nonlinear optical techniques and equipment.
A decisão de implantar o laboratório sede no Instituto de Biologia da Unicamp se deu no sentido de aproximar as facilidades criadas do usuário final e também de dissociá-la do laboratório de Fotônica Aplicada à Biologia do IFGW, liderado pelo Dr. Carlos Lenz Cesar, que faz a prospecção de novas tecnologias. Estas tecnologias são a seguir repassadas para o INFABIC, onde o usuário encontra suporte para seus estudos.
O financiamento para a criação do INFABIC foi oriundo do consórcio CNPq/FAPESP para criação dos Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia.
O projeto submetido contou com pesquisadores de várias instituições nacionais, com mais de 30 pesquisadores e com 20 sup-projetos.

O projeto propõe implantar de forma integrada as seguintes técnicas biofotônicas:

  • Microscopias confocais de varredura “single-photon”e “two-photons”;
  • Geração de Segundo Harmônico (SHG) e Terceiro Harmônico (THG);
  • Microespectrocopia e Microscopia Raman;
  • Microscopia CARS ["Coherent AntiStokes Raman Scattering"];
  • Microscopias baseadas no tempo de vida de fluorência (FLIM – “Fluorescence Lifetime Imaging Microscopy”);
  • Interação e transferência de energia entre moléculas usando FRET ["Forster Resonant Energy Transfer"];
  • FCS ["Fluorescence Corretation Spectroscopy"];
  • O Retorno da fluorescência após photobleaching por FRAP ["Fluorescence Recover After Photonbleaching"];
  • Técnincas de “Spinning Disk” serão utilizadas para observação de processos rápidos em tempo real.