Subprojeto 31.1 -  Regulação Da Migração Celular Por Micrornas: Implicações No Diabetes Mellitus, Cicatrização E Câncer

Participantes:Marinilce Fagundes dos Santos – Coordenador; Edna Teruko Kimura; Gabriella Malheiros; Mariana Marin Monteiro; Cilene Rebouças de Lima; Murilo Vieira Geraldo

A migração celular é um processo essencial para o desenvolvimento, homeostasia tecidual, para o sistema de defesa, durante a cicatrização e também no desenvolvimento e progressão de diversas patologias, como por exemplo, no câncer. A invasividade tumoral está diretamente relacionada à capacidade das células tumorais de migrar e invadir tecidos vizinhos, disseminando-se via circulação sanguínea e linfática. Na cicatrização tecidual, proliferação e migração de fibroblastos são processos essenciais. O arranjo do citoesqueleto de actina e microtúbulos e o comportamento migratório celular são dependentes de um grupo de proteínas sinalizadoras de baixo peso molecular com atividade GTPásica pertencentes à família Rho. Além da migração celular, estas proteínas regulam também outros processos como a apoptose, proliferação celular e expressão gênica. GTPases Rho podem ser ativadas por uma variedade de estímulos e exercem suas funções por intermédio de diferentes proteínas efetoras, cuja expressão pode ser tecido-específica. A regulação destas proteínas é bastante complexa; esta complexidade, no entanto, aumentou significativamente após a descoberta dos microRNAs (miRNAs) e seu potencial papel regulatório sobre a migração celular. Em diversos tipos de câncer, por exemplo, a alteração da expressão de miRNAs tem sido relacionada ao comportamento invasivo. Ainda é escassa a informação sobre a regulação de GTPases Rho por miRNAs. Da mesma forma, no Diabetes Mellitus sabe-se que a cicatrização é deficiente, em parte devido a uma deficiência na migração e proliferação de fibroblastos. No entanto, os mecanismos envolvidos na inibição da migração ainda não estão esclarecidos; não é conhecido o papel dos miRNAs na migração destas células, e menos ainda o potencial efeito regulatório da hiperglicemia sobre a expressão de miRNAs. Este projeto consiste de dois subprojetos que pretendem avaliar, pioneiramente, o papel de diferentes miRNAs sobre a atividade de GTPases Rho e comportamento m.