Subprojeto 18.2 – Doença de Parkinson: Avaliação dos possíveis efeitos da atividade física na neuroproteção em modelos animais

Participantes: Silvana Allodi
Instituto de Biofísica – UFRJ

Este trabalho compõe uma das mais novas linhas de pesquisa do Laboratório de Neurobiologia Comparativa e do Desenvolvimento, IBCCF/UFRJ, tendo já sido contemplado em dois editais da FAPERJ. A importância do projeto reside na busca de resultados que possam esclarecer os mecanismos da doença, bem como o estudo de possíveis fatores neuroprotetores para que possam servir de tratamento eficaz, quando utilizados em humanos.
O Objetivo do trabalho é investigar a ação neuroprotetora da atividade física no modelo animal de DP e estudar a viabilidade de a espécie de caranguejoUcidescordatus ser utilizada como modelo animal para a doença.