Mais magros, porém mais peludos e com várias outras alterações tegumentares.

IMAGEM-20

Créditos da imagem: Forni et.al., 2017

A restrição calórica ajuda a nos manter magros e a ter uma vida mais longa. Porém,menos gordura significa mais trabalho para manter nossos corpos quentes. Pesquisadores do Brasil descobriram que a pele do camundongo responde à restrição calórica estimulando a proliferação da epiderme, aumentando o fluxo sanguíneo, acelerando o crescimento dos pelos e alterando o metabolismo celular para aumentar a eficiência energética.

O estudo, publicado em 12 de setembro na revista Cell Reports, revela que os animais podem usar isso como uma adaptação evolutiva para se manterem aquecidos e vivos em condições alimentares limitadas.

Veja mais detalhes no paper em anexo:

Caloric Restriction Promotes Structural and Metabolic Changes in the Skin